O aumento de consciência vem resgatando valores e demandando, entre outros, propósito, ética, melhoria nas condições de vida das pessoas, desenvolvimento sustentável, e novas formas de criar relações sociais e econômicas. Nessa linha, desenha-se a perspectiva de uma economia que conscientemente busca promover impacto social, melhorando a qualidade de vida das pessoas, e do meio ambiente, cuidando do nosso planeta, além de buscar o resultado econômico mais digno, de forma inovadora, solidário, criativo e sustentável. Esta é a economia de impacto.